Novidades na Ilha
Ao retornarem das férias, os alunos da Escola da Ilha-Florescer se depararam com muitas novidades. Durante todo o recesso das aulas, diversas melhorias foram implantadas na estrutura física da Escola. Da fachada à piscina, os espaços ganharam mais cores e comodidade. O projeto foi desenvolvido pela designer de interiores, Flávia Dadalto. “Fiquei contente com o convite. A Escola tem uma proposta pedagógica muito interessante e pude transmitir isso nos espaços físicos”, explica.

Como exemplo de sua fala, ela destaca uma das mudanças feitas no pátio. “Entre os diferenciais da Florescer, um dos mais evidentes é a proximidade entre a escola e a família. Traduzimos essa parceria na acolhida aos pais que vão levar e buscar os filhos. O pátio, além de ter tido o piso nivelado e uma nova organização dos bancos, agora tem um canteiro redondo, sendo mais um local para integração da comunidade escolar”, explica.

No mesmo espaço, a biblioteca Portal do Saber ganhou cara nova e mais destaque. Internamente, mais uma mesa está à disposição dos alunos. Novos livros também foram adquiridos, renovando o acervo. As coleções compradas atendem às sugestões passadas pelos alunos em 2010. Na sala de artes, a posição das mesas foi alterada, facilitando a circulação do professor e, consequentemente, o acompanhamento dos trabalhos desenvolvidos.

Todos os setores da escola receberam nova pintura. Na piscina, as reformas realizadas foram pautadas por normas e solicitações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “Construímos um corredor com ducha, um lava-pés e levantamos a mureta de proteção, impedindo que a sujeira do chão e folhas caídas se espalhem pela piscina”, conta Flávia. O alambrado que protege o espaço foi mantido, proporcionando boa visualização da área e segurança para os alunos.

No parquinho, a areia foi substituída. Este processo é realizado anualmente, sendo que, no meio do ano, a escola faz uma higienização da areia. Já o alambrado da quadra de esportes passou por uma manutenção e foi recolocado. A designer Flávia Dadalto antecipa que novas mudanças estão previstas. “Os colaboradores da Escola buscaram ouvir as famílias. Essas informações pautaram o nosso trabalho. Fizemos uma triagem e elegemos o que atenderia às necessidades mais importantes e agradaria a todos. Lembrando que muitas novidades ainda estão por vir”.

A aluna do 9° ano Mayara Passamani Marques conta que gostou bastante das mudanças e, em especial, do pátio. “Ficou mais bonito e um lugar super legal para bater papo com os amigos. Adorei!”. Argel Araújo de Souza, avô dos alunos Bernardo Araújo de Souza Siqueira, do 4° período, e Júlia Araújo de Souza Siqueira, do 5° ano, também aprovou a reforma. “Gostei muito do novo visual. São melhorias que complementam a ótima proposta de ensino oferecida”, diz.

Educação Infantil
Nas salas do primeiro e segundo períodos da Educação Infantil, as paredes foram pintadas com cores mais claras, de forma que os trabalhos dos alunos tivessem mais evidência. As prateleiras também ganharam nova pintura. Em breve, mais brinquedos e materiais pedagógicos chegam às salas. “Utilizamos branco e tons pastéis, que representam calma e tranquilidade. Mas, na sala do segundo período, também exploramos um pouco de cores alegres, condizendo com a proposta pedagógica aplicada para essa idade”, completa a designer.

Os tons mais vivos mencionados por Flávia contribuíram para a divisão dos ambientes. “A criança dessa fase está aprendendo que há um espaço para brincar, um para estudar e assim por diante. A decoração diferente ajuda a assimilar e entender os setores”, explica. O banheiro infantil também passou por transformações. O piso foi trocado por peças de porcelanato antiderrapantes, mas não tão porosas quanto as anteriores. Assim, garantem a segurança e diminuem o atrito forte com a pele. O espaço também foi equipado com um fraldário.

Novos computadores
No laboratório de informática, as mudanças vão além. As mesas deram lugar a duas bancadas que facilitam a organização e conforto dos alunos. Também foram adquiridas novas cadeiras e todos os computadores foram trocados. As novas máquinas são da marca Dell, com processador Dual Core, memória de 2 GB, disco rígido de 160 GB e monitor 19 polegadas.

 
 

Escola da Ilha oferece curso de segurança alimentar para colaboradores
Oferecer uma alimentação saudável e conscientizar as famílias sobre a importância desse hábito é uma prática cotidiana na Escola da Ilha-Florescer. Além de políticas de esclarecimento, por meio de palestras e debates, os cardápios da cantina são elaborados através da assessoria de um profissional especializado.

Para capacitar os colaboradores envolvidos no processo de preparo e comercialização dos alimentos, a ex-aluna e nutricionista Bruna Andrade de Araújo esteve na escola no dia 04 de fevereiro, para ministrar o curso Segurança Alimentar.

Elizabeth de Oliveira, uma das profissionais responsáveis pelo preparo dos lanches da cantina, diz que a oportunidade permitiu que ela tirasse dúvidas e aprendesse mais sobre higienização. “Foi muito bom para esclarecermos sobre o manuseio dos alimentos. Apesar de já termos bastante asseio em nossa rotina, é sempre bom reforçar sobre os cuidados necessários. Vou aplicar o conhecimento que adquiri não só no trabalho, mas em casa também”. 

Bruna destaca a importância da capacitação. “Em âmbito escolar, devemos ter um cuidado ainda maior com a alimentação, pois as crianças estão em fase de transição alimentar, conhecendo melhor o que comem e formando seus hábitos. É o momento em que ainda podemos interferir e evitar problemas de saúde futuros”.  

Abaixo, você confere várias dicas da nutricionista:

Limpeza das mãos

A higienização das mãos é a medida mais simples para se evitar a transmissão de microrganismos, pois é possível remover sujeiras, suor, oleosidade e prevenir infecções. As mãos podem ser higienizadas utilizando água e sabão, álcool ou antisséptico.

Como selecionar os alimentos

Frutas e hortaliças não devem apresentar partes ou cascas amolecidas, manchas ou mofo. Também não devem ter alterações no cheiro característico e nem perfurações ou enrugamentos;
Ovos não devem estar com a casca rachada e nem o prazo de validade vencido;
Carnes, aves e peixes não devem ter a cor escura ou esverdeada, além de cheiro desagradável;
Alimentos não perecíveis não podem ter a embalagem amassada, estufada, com furos ou enferrujada.

Higienização dos alimentos

Lave frutas, verduras e legumes em água corrente;
Para hortifrutigranjeiros, preparar 1 litro de água para uma colher (de sopa) de água sanitária, para desinfecção;
Lave bem as latas e embalagens antes de abrir;
Cozinhe bem as carnes antes de consumi-las;
Mantenha os alimentos protegidos de insetos e roedores;
Use sempre água filtrada;
Lembre-se que é preciso higienizar todos os tipos de embalagens. Até mesmo os “copinhos” de iogurte precisam ser lavados antes do consumo.

Armazenamento de alimentos

Estoque seco (alimentos que não precisam de refrigeração): o local de armazenamento deve ser arejado, limpo e livre de umidade.
Estoque úmido: os produtos que precisam de refrigeração são aqueles que estragam mais facilmente e não podem ficar armazenados por muito tempo. Mas, fique atento! Mesmo em temperaturas de refrigeração, também pode haver crescimento de microorganismos.

Descongelamento de alimentos

Para um descongelamento seguro é necessário que o alimento seja descongelado na geladeira (4°C), microondas ou imerso em água a 21°C por 4 horas.

 

 

 

Reaproveitamento alimentar - sobras que podem ser transformadas:

Carne assada: croquete, omelete, tortas e recheios;
Carne moída: croquete, recheio de panqueca e bolo salgado;
Arroz: bolinho, arroz de forno e risotos;
Macarrão: salada ou misturado com ovos batidos;
Hortaliças: farofa, panquecas, sopas e purês;
Peixes e frango: suflê, risoto e bolo salgado;
Feijão: tutu, feijão tropeiro e bolinhos;
Pão: pudim, torradas, farinha de rosca e rabanada;
Frutas maduras: doces, bolo, sucos, vitaminas e geléia.

* Não jogue fora os talos de agrião, cenoura, beterraba, couve e outras verduras e legumes. Estes talos contêm vitaminas, minerais e fibras. Lave-os, pique e refogue com temperos naturais. É mais uma maneira de ter um acompanhamento delicioso e nutritivo. Todas as folhas com cor verde escura são ricas em Ferro.

* A abóbora é altamente nutritiva e devemos nos lembrar de aproveitá-la inteira: cascas, folhas, polpa e o cabo. Seus caroços, quando torrados com sal, servem como aperitivo. Use o mesmo procedimento para a soja e sementes do melão.
 
 

Capacitação e planejamento com a Semana Pedagógica 2011
De 01 a 07 de fevereiro, professores e coordenadores da Escola da Ilha-Florescer se reuniram para a Semana Pedagógica 2011. Em clima de descontração e energia renovada, discutiram metas e ações traçadas para os próximos meses. O encontro é realizado todos os anos, antes do início das aulas, e se configura como uma importante ferramenta de capacitação e formação em serviço do corpo docente.

“A semana pedagógica é um período muito rico em estudos e reflexão. No primeiro dia em que nos reunimos desta vez, abordamos aspectos referentes à gestão da sala de aula e estratégias para tornar esse espaço de produção do saber ainda mais privilegiado”, conta a gestora pedagógica, Teresa Spinassé. Dentro do assunto, o professor de matemática Sérgio Baldotto Ribeiro Junior e a professora do 1° ano do Ensino Fundamental, Anna Paula Silva, relataram experiências para o grupo.

Entre as várias atividades realizadas, os educadores assistiram ao documentário Ser e ter, que apresenta a realidade de uma sala multisseriada na França. A coordenadora pedagógica, Patrícia Sabadini – que cursou mestrado em Ciências da Educação, na Universidade René Descartes, em Paris –, explica quais foram os principais aspectos observados no filme. “A atuação do professor nos ajudou a refletir sobre as práticas de atendimento à diferença. Assim, fizemos uma avaliação de como lidamos com as diversidades e como ocorre a formação de grupos”, destaca Patrícia.

Os professores também se reuniram com a assessora de Língua Portuguesa, Andreia Grijó, que contribuiu significativamente para a reestruturação dos conteúdos, com o objetivo de dar aos alunos da Escola da Ilha a melhor formação na língua nacional. No penúltimo dia da Semana Pedagógica, as aulas iniciais foram planejadas e as salas preparadas especialmente para receber alunos e pais da melhor maneira possível. Encerrando a programação, a diretora geral, Cecília Oliveira, apresentou a sua tese de mestrado em Psicologia Social no dia 07, com o tema “Os professores e a transferência na relação com seus alunos”.

 
 

Matrículas abertas na AMP
Quem deseja arender a tocar um instrumento musical ou soltar a voz com técnica e estilo, não pode perder essa oportunidade. A AMP - Escola de Áudio e Música Popular, localizada nas dependências da Escola da Ilha - Florescer, está em período de matrículas. São oferecidos diferentes cursos, incluindo as opções "música no computador", instrumentos variados, canto e teoria.

Os educadores envolvidos possuem ampla experiência profissional. O espaço conta com salas climatizadas e informatizadas, além de estúdio de ensaio. Alunos da Escola da Ilha e seus familiares contam com benefícios exclusivos, como o desconto de 10% na modalidade de uma aula por semana. Neste mês de fevereiro, os estudantes da Florescer estão isentos da taxa de matrícula.

Cursos:

  • Violão
  • Guitarra
  • Baixo
  • Teclado
  • Bateria
  • Pandeiro e percurssão
  • Canto popular
  • Musicalização infantil
  • Harmonia funcional
  • Percepção musical
  • Home studio - gravação
  • Orientação para bandas

Mais informações na secretaria da AMP ou pelo telefone 3025-2100 das 9h30 às 11h30 e das 12h30 às 18h30.