Caso não consiga visualizar corretamente, acesse este link.

 

Os ex-alunos da Escola da Ilha-Florescer deram um show nos vestibulares, principalmente no da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Do total dos 29 formandos da turma do 9° ano de 2008, 13% deles passaram em cursos como jornalismo, arquitetura e urbanismo, engenharia ambiental e medicina. Parabéns a todos!

 
 

Bruno Carneiro, 15 anos
Aprovado no curso Técnico de Mecânica no Ifes

"Estudei na Escola da Ilha-Florescer desde os 2 anos de idade, e tudo o que eu aprendi devo à Escola, que foi a minha base pra eu passar no Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), no curso que eu queria, de Técnico em Mecânica. Acertei 39 das 50 questões, tive um bom desempenho e tenho que agradecer também aos meus pais, Eliane de Oliveira Carneiro e Luiz Eduardo Braga Carneiro, que sempre me incentivaram. Para o futuro, depois de fazer o curso técnico, pretendo cursar Engenharia e com certeza, para eu ser aprovado, estar bem preparado vai fazer toda a diferença".

 
 

Luiza Pavan, 17 anos
Aprovada em Arquitetura na Ufes

"Foi muito bom e satisfatório ter passado no curso de Arquitetura na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). O ano de 2011 foi um ano de estudo, quando eu coloquei em prática tudo que eu aprendi, principalmente o que a Escola da Ilha-Florescer me ensinou, baseado no aprender a pensar. Ao longo dos 12 anos que estudei na Escola da Ilha-Florescer aprendi a cultivar a simplicidade e as amizades, valores que quero levar por toda a vida, inclusive para a faculdade, onde pretendo estudar para ter uma boa formação, um bom emprego e depois fazer algum curso de aperfeiçoamento no exterior".

 
 

Marcela Reuter, 18 anos
Aprovada em Medicina na Ufes

"Em 2011 eu estudei mais do que todos os outros anos – mais do que tudo, na verdade –para conseguir o que eu queria, que foi passar no curso de Medicina na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), em ótima colocação, 5° lugar. A minha base, que me ajudou a conseguir a entrar em Medicina, foi o aprendizado que a Escola da Ilha-Florescer me proporcionou do 2° período ao 9° ano, período fundamental na consolidação do meu conhecimento e no qual aprendi a entender o conteúdo e a praticar o raciocínio. Estou muito feliz com a aprovação, com sensação de dever cumprido, de uma nova etapa que se inicia. Agora, na universidade, pretendo continuar levando esse aprendizado e outros valores importantes que adquiri na escola".

 
 

Davi Monticelli, 17 anos
Passou em Engenharia Ambiental na Ufes

"Engenharia Ambiental é um curso difícil e ter passado na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) foi muito bom. Prestei vestibular em outras faculdades também, mas meu objetivo sempre foi a Ufes. Estudei muito e para passar contou bastante o que eu aprendi na Escola da Ilha-Florescer, principalmente por ter me ensinado a saber pensar. Outra aprendizagem que carrego da escola é conservar as amizades e buscar outros caminhos. No momento tudo é muito novo pra mim, mas quero conhecer e viver cada novidade que está acontecendo".

 
 

Jade Drummond, 19 anos
Aprovada em Jornalismo na Ufes

"Foi incrível ter passado no curso de Jornalismo na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), depois de voltar de um intercâmbio no meio do ano e estudar somente seis meses. Eu estudei muito mesmo, afinal tive que estudar pelo ano inteiro, pois meu foco sempre foi a Ufes. Uma aprendizagem que me ajudou a passar no curso foi a base que tive na Escola da Ilha-Florescer. Minha vida de estudos foi toda lá, do 2° período ao 9° ano. Eles me ensinaram a pensar e a usar o meu aprendizado em outras coisas. Agora que passei quero avaliar as possibilidades para decidir qual área seguir. Tanto na universidade quanto na vida, sei que os valores da Escola da Ilha-Florescer, como aprender a conviver com as diferenças e correr atrás dos objetivos, vou levar comigo para sempre".

 
 

Ana França, 18 anos
Aprovada em Jornalismo na UFMG e em Arquitetura na Ufes

"A minha surpresa foi ter passado nas duas universidades que eu fiz prova, na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), onde eu tentei o curso de Arquitetura, e na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), onde eu fiz prova para Jornalismo. Eu tinha acabado de voltar de um intercâmbio de um ano na França e tive que me esforçar. São dois cursos que eu gosto, porém, não me vejo trabalhando em Arquitetura, apesar de achar muito interessante. Já Jornalismo, eu comecei a me interessar na Escola da Ilha-Florescer, quando participei da produção do Jornal Voz da Escola. Em 2011 eu estudei muito e inclusive recorri aos cadernos de história e geografia que eu usava na escola, porque eu sempre gostei do método. Os sete anos que eu estudei na escola vão me marcar para sempre. Futuramente eu vou me mudar para Minas Gerais, mas penso em fazer Enem e tentar no Rio de Janeiro, em função da maior gama de opções de emprego na área de jornalismo".

 
 

Daniel Rebouças, 17 anos
Aprovado no curso superior de Engenharia ambiental no Ifes

"Ser aprovado no Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), foi uma grande surpresa pra mim. Eu estava na lista de espera e já tinha esquecido, até que um dia na praia eu recebi a notícia, foi muito bom. Me surpreendi pelo fato de ter saído em intercâmbio e na volta, apesar de ter estudado, não esperava passar. Algo que me ajudou muito na prova de seleção, foi o raciocínio lógico que aprendi na Escola da Ilha-Florescer. Outra coisa que aprendi e vou levar tanto para a faculdade quanto para a minha vida, é saber ser mais compreensivos com os outros, desde pequeno na escola, quando eu entre no 4° período até sair no 9° ano, convivi com pessoas diferentes. Não tenho nenhum plano para o meu futuro, espero somente conseguir um estágio e assim começar a minha carreira."

 

Caso não consiga visualizar corretamente, acesse este link.
Para não receber mais este informativo, responda este e-mail com o assunto REMOVER.